Direito Digital

O Direito Digital não pode ser considerado um ramo autônomo, já que está diretamente ligado aos demais ramos do Direito, como: Civil (direitos personalíssimos, contratos, obrigações); Penal (crimes eletrônicos, falsa identidade, pornografia, infantil); Tributário (nota fiscal eletrônica, tributação de softwares e comércio eletrônico); Comercial (propriedade intelectual, concorrência desleal, governança jurídica), dentre outras possibilidades (Família, Trabalho, Consumidor, uma infinidade de temas).

A todo o momento surgem novas informações e novas tecnologias. Essas mudanças exigem dedicação e um contínuo aperfeiçoamento. Por exemplo, o bitcoin e blockchain ganham espaço no mercado, é preciso aprender e entender do que se trata para poder fazer um contrato, um parecer ou uma petição que envolva essas inovações.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: